A Oculus, desenvolvedora de um dos mais famosos headsets de realidade virtual da atualidade, o Oculus Rift, anunciou o lançamento do Oculus GO.

Sua maior diferença em relação ao modelo anterior, é que não será necessário conectá-lo a um PC. Diferente também do Gear VR, que utiliza um celular para processar e exibir imagens, o Oculus GO possui um computador integrado ao headset, permitindo que ele seja um sistema portátil que funciona sozinho e que, segundo a própria Oculus, possui grande qualidade.

O aparelho rodará jogos, vídeos em 360 graus e outras experiências já disponíveis no mercado, terá uma tela com resolução de 2560×1440, áudio espacial direto no headset, o que permitirá que ele seja usado sem fones externos, e ainda possuirá um controle muito similar ao do Google Daydream.

A nova investida da empresa controlada pelo Facebook é uma solução para alguns dos problemas mais recentes de popularização da realidade virtual, que inclui alto preço, necessidade de aparelhos externos para rodar as aplicações e baixa qualidade nas experiências disponíveis.

Com previsão de lançamento em 2018, o preço do Oculus GO será de 199 dólares, 200 dólares a menos do que o Rift.

Notícias Relacionadas